sexta-feira, 4 de junho de 2010



Um dos lugares que mais desejei ir foi à Machu Picchu ,pois aí estou eu com minha família em uma foto típica e num lugar realmente lindo e intrigante, mas o que nem todos sabem é o que passamos para chegar até aí... sempre ouvimos falar da chegada em Machu Picchu e da historinha do chá de coca e etc. Mas ninguém nos fala que é indubitavelmente perigoso e que há grande risco de edemas.
Saímos de Lima , nível do mar ,e pegamos um vôo até Cuzco a 3000 metros de altitude, chegamos ao hotel e fomos recebidos ,sem nem ter pego as chaves, com xícaras de chá de coca,sentamos no lobby do hotel meu marido filhas e minha irmã, saboreando e achando tudo isso muito sui generis... nos mandaram descansar por uma hora e não fazermos refeiçoes pesadas...ok !! após o descanso saimos para comer algo na praça de Cuzco em frente a igreja que, by the way, é maravilhosa !! Foi aí que começaram os problemas, Ben Hur começou a sentir uma leve dor de cabeça que foi ficando insuportável até chegar ao ponto de pararmos nosso tour pela igreja e sairmos atrás de algum tipo de socorro, foi quando percebi ao lado da igreja uma pequena enfermaria com algumas pessoas com mascaras de oxigênio...fomos lá e logo colocaram uma no BH também eles falaram que era SOROCHE, mal estar da altitude... teve uma melhora mas a dor de cabeça estava forte apesar de é claro ter tomado remédio, enfim concluindo ,passamos em uma farmácia onde ele tomou uma injeção para dor de cabeça e fomos para o hotel descansar ,mas para meu desespero ele nao melhorou, liguei na recepção e pedi para chamarem um médico que logo veio , tranquilo e disse :"isso é o mal da montanha você tem que tomar esses remédios porque você está com o cérebro inchado e se não melhorar pode ter um edema cerebral ou pulmonar. " ´
OK OK Passei a noite em claro ajoelahada pedindo a Deus que ele melhorasse porque ele estava com um mal estar tremendo e não conseguia dormir, que é também um dos efeitos do mal da montanha... inclusive o médico nos disse que é muito perigoso crianças irem para essa altitude sem preparação, que é subir aos poucos , e lá estávamos nós com nossas 2 filhas de 11 e 10 anos !!!
Enfim essa foto linda foi no dia seguinte já a 2400 metros de altitude o que fez o BH ter uma melhora significativa !! mas certo mesmo é que estávamos loucos para voltar para Lima !!!
Essa minha pose de star , na verdade é que estava muerta de cansaço de uma noite sem dormir, o que não nos impediu de subir a montanha feito lhamas e darmos boas risadas!
o que ficou de lição é que a altitude é uma coisa muito séria e que deveria ser mais informado aos turistas !!!
O soroche ('mal de altura'), é causado pela baixa pressão atmosférica (e consequentemente, de oxigênio) encontrada nas montanhas de grande altitude do Peru. De acordo com o 'Lonely Planet: Peru', o risco de soroche surge quando se sobe rapidamente a altitudes maiores que 2500m. Lugares que voce provavelmente vai visitar e que estao nesta altitude: Machu Picchu (2500m), Cuzco (3326m) e lago Titicaca (3820). Estar fisicamente 'em forma' nao impede que você sofra de soroche.

O guia Lonely Planet: Peru diz que a melhor maneira é passar umas 2 noites (se possível) a cada subida de 1000m e fazer atividades mais light no período de adaptação. Como a altitude altera a pressão arterial, sites especializados aconselham uma consulta médica para quem tem problemas de pressão, antes da partida.
E os sintomas são:
- dor de cabeça (95%)
- náuseas e vômitos (70%)
- tontura (58%)
- perda de apetite
- insônia
- falta de ar aos médios esforços

BACHOSSS

Nenhum comentário:

Postar um comentário